Ponto Digital

logo ponto digital white

A Comissão adota uma proposta para lançar o Ano Europeu das Competências

Na sequência do anúncio da Presidente Ursula von der Leyen no seu discurso sobre o estado da União de 2022, a Comissão adotou uma proposta para oficializar 2023 como Ano Europeu das Competências.

 

As transições verde e digital estão a abrir novas oportunidades para os europeus e para a economia da UE. A este respeito, é essencial dotar todos os europeus dos conhecimentos e competências necessários para enfrentar o futuro, tanto no trabalho como na vida quotidiana.

No entanto, atualmente, mais de 75% das empresas da UE afirmam que é difícil encontrar pessoal com as competências necessárias, e os dados mais recentes do Eurostat mostram que apenas 37% dos adultos frequentam regularmente a formação. Os dados mais recentes do DESI 2022 mostram também que um terço dos indivíduos empregados na Europa carece de competências digitais básicas.

A fim de combater a falta geral de competências na Europa, a Comissão propôs revitalizar a aprendizagem ao longo da vida através do Ano Europeu das Competências, em colaboração com o Parlamento Europeu, os Estados-Membros, os parceiros sociais, os serviços de emprego públicos e privados, as câmaras de comércio e indústria, os prestadores de educação e formação, bem como os trabalhadores e as empresas, todos juntos. A este respeito, a Comissão propõe concretamente:

Promover um investimento mais eficaz na formação e na melhoria de competências , a fim de maximizar o potencial da mão de obra europeia e ajudar as pessoas na transição de um emprego para outro.

Assegurar que as competências são aplicáveis às exigências do mercado de trabalho, trabalhando também com os parceiros sociais e as empresas.

Fazer corresponder as aspirações e as competências das pessoas às oportunidades no mercado de trabalho.

Atrair pessoas de países terceiros com as competências necessárias à UE.

A fim de alcançar estes objetivos, a Comissão promoverá oportunidades de requalificação e requalificação, destacando as iniciativas pertinentes da UE e as opções de financiamento para incentivar a sua adoção, aplicação e concretização no terreno.

Margrethe Vestager, Vice-Presidente Executiva responsável por Uma Europa Apta para a Era Digital, declarou-se a propósito desta iniciativa: «As competências digitais são essenciais se quisermos fazer o que queremos com a tecnologia. Gerir a vida digital – como pagar contas, pedir licenças de estacionamento, etc. – exige conhecimento para nós, cidadãos. Criar soluções para a sociedade com tecnologia que nos ajuda no nosso dia-a-dia exige experiência. Decidimos os objetivos, chegou o momento de agir. O Ano Europeu das Competências ajudar-nos-á a concentrar os nossos esforços em permitir que as pessoas aprendam.»

 

© União Europeia 2022, Serviço audiovisual da CE

Saber mais!